Parte do Fórum de Londrina desaba e casal fica ferido

Murilo Pajolla
Policial | Publicado em 15/05/2019 às 18:13

Uma parte do Fórum de Londrina desabou e deixou pelos duas pessoas feridas no fim da tarde desta quarta-feira (15). Não havia pessoas trabalhando no prédio, que estava desocupado. 

As vítimas passavam pela rua momento do desabamento e foram atingidas por uma árvore. O homem, de 37 anos, sofreu escoriações pelo corpo. A mulher, de 33 anos, foi atendida pelos socorristas com uma contusão na clavícula. Nenhum dos dois corre risco de vida. 

No local, funcionava o Tribunal do Juri. O perímetro foi isolado porque fios de alta tensão foram rompidos e há risco de choque elétrico. Com o desabamento, alguns postes se quebraram e caíram, o que causou desabastecimento de energia em imóveis próximos, inclusive em outro setores do Fórum que estão em funcionamento. Três veículos foram atingidos pelos postes e ficaram danificados. As ruas do entorno do foram interditadas. 

Prédio seria demolido 

O Fórum Criminal de Londrina estava sendo preparado para demolição, e um novo prédio será construído no local. Por isso, o expediente foi transferido para um imóvel alugado na avenida Tiradentes. 

A construtora escolhida para realizar a obra é a JWA Construção e Comércio, de São Paulo. A equipe da TV Tarobá tentou contato com representantes da empresa, mas ninguém foi localizado. 

As causas do incidente serão investigadas.

Colaboração: Evandro Ribeiro

Imagens: Colaboração/WhatsApp

Atualizada às 18h50



Relacionados

Curitiba | 24-08-2019 11:22

PCPR apreende drogas e R$ 30 mil em cobertura de bairro nobre

PCPR apreende drogas e R$ 30 mil em cobertura de bairro nobre

Londrina | 24-08-2019 10:38

Carro carregado de cigarros pega fogo na PR-445

Carro carregado de cigarros pega fogo na PR-445

Cascavel | 24-08-2019 10:30

Câmera de segurança mostra ação de bandidos em posto de combustíveis

Câmera de segurança mostra ação de bandidos em posto de combustíveis

Coronel Vivida | 24-08-2019 10:25

Mulher é presa por favorecimento à prostituição

Mulher é presa por favorecimento à prostituição

PUBLICIDADE