Paraná é pioneiro em conectar startups com setor público e privado

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 13/04/2019 às 10:16

O Paraná conta com dois projetos que vão fomentar o ecossistema de inovação do Estado conectando startups com o setor público, privado e universidades. Os projetos foram apresentados nesta sexta-feira (12) na ExpoLondrina.

Por um lado o programa Sinapse da Inovação Paraná, que é uma parceria entre a Fundação Araucária, Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI) e a Celepar, terá um investimento de até R$ 4 milhões do Governo do Paraná para financiamento de projetos de inovação. Já o programa Startup Match, da Celepar, busca encontrar dentro desse ecossistema de inovação os principais gargalos que dificultam o desenvolvimento das startups.

STARTUP MATCH - Liderado pela Celepar, o Startup Match visa dirimir os gargalos das startups e criar uma plataforma de inovação aberta que permita que elas tenham acesso aos ativos de inovação e tecnologia do Paraná, para que assim possam se conectar e identificar aqueles que podem impulsionar os seus negócios. “Temos as universidades estaduais, os laboratórios e o Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná) que podem ajudar a eliminar esses gargalos. Temos que facilitar o desenvolvimento de pesquisas dentro das empresas, dentro das startups”, afirmou Allan Costa, diretor-presidente da Celepar.

SINAPSE DA INOVAÇÃO PARANÁ - O programa faz parte de um novo conjunto de iniciativas da Fundação Araucária, visando a construção de Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação (NAPIs) no Paraná.

“Vamos priorizar a criação de riqueza e bem-estar ao cidadão, a partir do fortalecimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão das Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação do Paraná. Sempre em harmonia com as demandas de desenvolvimento e as especificidades regionais do Estado”, enfatizou o presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig.

ÁREAS DE FINANCIAMENTO - Com base na análise do Ecossistema de Inovação do Estado do Paraná realizada pela CERTI, as áreas e setores priorizados para serem apoiados com recursos financeiros do programa são os seguintes: Agronegócio; Biotecnologia; Construção Civil; Economia Criativa; Economia Verde; Educação; Eletroeletrônicos; Energia; Mecânica e Mecatrônica; Mobilidade e Transportes; Químico e Materiais; Saúde e Bem-estar; Tecnologia de Alimentos; Tecnologia da Informação e Comunicação e Turismo.

Fonte: AEN



Relacionados

Campo Mourão | 13-09-2019 13:57

MP ajuíza ação contra prefeito, secretários e empresa e requer devolução de R$ 5 milhões

MP ajuíza ação contra prefeito, secretários e empresa e requer devolução de R$ 5 milhões

Curitiba | 13-09-2019 13:34

Logística reversa de pneus atenderá todos os municípios do Paraná

Logística reversa de pneus atenderá todos os municípios do Paraná

Palmeira | 13-09-2019 13:30

Tribunal multa prefeito e pregoeira de Palmeira por falha em licitação de TI

Tribunal multa prefeito e pregoeira de Palmeira por falha em licitação de TI

Paraná | 13-09-2019 13:29

Prefeitos do Sudoeste buscam orientação para contratar serviços de coleta de lixo

Prefeitos do Sudoeste buscam orientação para contratar serviços de coleta de lixo

PUBLICIDADE